Fotografia Macro / Macrofotografia [ Guia Completo ]

A fotografia macro é uma forma popular de fotografia, geralmente conhecida pelas fotos de folhas, flores ou insetos e outros elementos da natureza.

Os amantes desta modalidade passam horas no campo procurando pequenos tesouros que fotografam in loco ou que guardam para futuro trabalho em laboratório ou estúdio.

Nesta disciplina da fotografia existem alguns obstáculos técnicos que você deverá ultrapassar.

Neste artigo tentaremos esclarecer os aspetos mais importantes desta modalidade de fotografia e sugerir algumas dicas.

Um curso de fotografia pode ser um bom investimento por forma que possa evoluir as suas técnicas fotográficas de forma apoiada.

Existem alguns cursos online ou com livros de apoio como é o caso deste disponível na plataforma Amazon do Brasil.

Fotografia Macro [Macrofotografia]

Como tirar

A forma barata

A fotografia Macro pode ser bem interessante, mas por vezes o valor das lentes especializadas para este fim pode levar o fotógrafo a adiar o investimento.

Há no entanto maneira de efetuar fotografias em modo Macro de forma barata com a normal lente 18-55 que costuma acompanhar a maioria dos kits de DSLR.

A utilização de tubos extensores é uma forma barata de conseguir entrar no maravilhoso mundo Macro.

 


Estes geralmente são compostos por vários corpos, podendo aumentar ou diminuir a distância entre a lente e a máquina, obtendo assim diferentes níveis Macro. Escolha o que mais se adapta ao seu trabalho fotográfico.

A máquina fotográfica deverá ser operada em modo totalmente manual, e a utilização de um tripé é aconselhado.

Deverá também trancar o mecanismo de abertura de diafragma de forma a que este fique totalmente aberto, uma vez que alguns tubos extensores não permitem o controlo de abertura pelo facto da lente ficar desconectada da DSLR.

Fixe o tubo extensor na lente e na máquina fotográfica, procure as condições de ISO, balanço de brancos, velocidade de obturação, distância ao objeto e focagem que mais se adequam e seja bem vindo ao mundo macro.

Este detalhado zoom ao interior de uma hortênsia foi captado utilizando esta técnica numa Nikon D3200.

Lentes macro

A ampliação de uma lente é determinada pela sua distância focal.

Para a fotografia macro interessa nos saber quanto nos podemos aproximar do objeto.

Estes dois fatores, distância focal e distância de focagem mínima, determinam a relação de ampliação máxima da lente ou “relação de reprodução”.

Quando mais se puder aproximar do motivo com uma lente de uma determinada distância focal, maior será a relação de ampliação que obterá.

Para uma lente macro devemos ter uma relação de ampliação máxima de pelo menos 1:1, ou “1x” nas especificações da lente.

Um objeto de 10 mm pode ser projetado no sensor em imagem de 10 mm quando a lente está suficientemente próxima dele.

Características das lentes macro

As lentes macro são desenhadas especificamente para proporcionarem um desempenho ótico perfeito na focagem de objetos muito próximos e deverão oferecer mais nitidez a curta distância.

Muitas lentes macro conseguem também excelentes desempenhos em fotografia normal e a distâncias normais.

Outra característica bastante importante nas lentes macro a curtas distâncias é que estas têm uma profundidade de campo muito estreita, ou seja a focagem tem de ser feita com muito cuidado, para que os detalhes pretendidos fiquem perfeitamente focados.

Desta forma aconselhamos a utilização de tripés para facilitar a focagem em algumas situações assim como a utilização de uma técnica conhecida como empilhamento de Foco ou Focus Stacking.

Empilhamento de Foco ou Focus Stacking em Fotografia Macro

Esta técnica consiste em realizar várias fotos com o foco em diferentes áreas do objeto, uma vez que nas lentes macro a curtas distâncias elas têm uma profundidade de campo muito estreita, e combinar as melhores partes de cada foto em pós-processamento de forma a obter uma imagem focada ao longo do objeto.

Um exemplo do que falamos é fazer uma foto onde os olhos de um inseto estão em foco, outra em que as asas estão em foco, e uma terceira onde as patas traseiras estarão em foco e posteriormente combinar todas e montar uma fotografia macro com foco em todas as partes.

Esta técnica pode ser utilizada também noutros tipos de fotografia onde se deseje estender a profundidade de campo de uma imagem que está a ser limitada por uma determinada lente.

Exemplo de Focus Stacking realizado na zona do reflexo da colher

Lentes Macro com Tilt-Shift

Outra maneira de aumentar a profundidade de campo é utilizar um tipo especial de lentes macro: uma lente tilt-shift.As lentes Macro com Tilt Shift permitem que você “incline” a profundidade de campo ao longo do tema.

Estas lentes são no extremamente caras mas podem permitir o foco ao longo de todo um objecto sem necessidade de efetuar o referido Focus Stacking.

Fotografia macro com máquinas Full frame

As câmeras full frame são geralmente melhores para fotografia Macro com obtenção de resultados incríveis uma vez que dispõem de sensores maiores e geralmente com mais megapixels

Estes modelos mais sofisticados e com grandes visores ajudam na realização do foco e dispõem geralmente de mais controlo para obtenção de fotografia Macro de grande qualidade.

Iluminação em Fotografia Macrofotografia

Os flashes circulares ou ring flash, são o tipo de flashes ideais e por vezes absolutamente necessários para iluminação em macrofotografia

Estes são colocados na frente da lente e não criam sombras indesejadas.

Outra opção que também é de uso comum é a de utilizar um ou mais cabeças de flash, colocados fora da sapata da câmara fotográfica, para melhor posicionamento da luz.

 

Veja também Sensibilidade ISO em Fotografia

E então? Ficou a saber mais sobre Fotografia Macro? Lentes Macro, Focus Stacking em fotografia Macro?

Deixe nos o seu comentário

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *